A obsessão pelo prazer só gera insatisfação

Descubra porque as obsessões somente trazem insatisfações para a sua vida.

 

A obsessão pelo prazer só gera insatisfação (Foto: Divulgação/Google/Imagens)

A obsessão pode ser vista como uma ideia ou desejo fixo e persistente, algo que determina nossa conduta e faz com que nossos objetivos sejam apenas o objeto em que estamos obcecados.

Dessa forma, a obsessão pode ser direcionada para diversos fins. Existe a obsessão pela beleza, pela magreza, por comida, pelo prazer, pelo amor, pelo outro, a obsessão pela saúde e até mesmo pelo sofrimento. Entre diversas outras formas de obsessão.

Existem pessoas que são obcecadas por outras pessoas, enquanto outras podem ser obcecadas por objetos e bens materiais ou serem obcecadas por elas próprias.

A obsessão geralmente está relacionada também com comportamentos compulsivos, para conseguir adquirir ou ter o objeto pelo qual somos obcecados.

Por exemplo, uma pessoa que é obsedada pela beleza, pode ter o comportamento compulsivo de sempre fazer coisas para se sentir bonita, como estar sempre maquiada, fazer cirurgias plásticas frequentes e até mesmo algumas operações de risco em nome da beleza. Agindo de forma compulsiva.

Outro exemplo interessante é a obsessão pela magreza, em que a pessoa pode deixar de comer ou até mesmo provocar o vômito para sentir-se magra. Também agindo de forma compulsiva.

Também podemos utilizar o exemplo da pessoa que é obcecada pelo prazer. Ela busca o prazer de diversas formas, mas nunca se sente realmente satisfeita, buscando cada vez mais novas formas de sentir prazer.

Dessa forma, independente do tipo de obsessão, ela sempre estará ligada a um comportamento compulsivo e, possivelmente, destrutivo.

Os principais problemas da obsessão

A obsessão pelo prazer só gera insatisfação (Foto: Divulgação/Google/Imagens)

Por estar intimamente ligada com a compulsão, a obsessão acaba trazendo diversos problemas para a vida das pessoas.

Dentre o principal problema, pode-se destacar a possibilidade de realizar comportamentos perigosos (até mesmo à própria vida), para atingir uma meta obsessiva.

Essa é o tipo de obsessão que pode trazer risco para a saúde e até mesmo para a vida das pessoas.

Outro problema muito comum que a obsessão pode trazer é referente ao convívio social. Pois pessoas obcecadas com algo podem não ter um convívio social satisfatório, pois estão sempre buscando suprir as necessidades da sua obsessão (porém, esse necessidade é sempre constante).

Em muitos casos, pessoas obcecadas por algo ou alguém, podem fazer disso o principal objetivo da vida delas e, quando não conseguem um resultado satisfatório, isso acaba se ternando muito prejudicial. Trazendo grandes sofrimentos para essas pessoas.

Porque a obsessão gera insatisfação?

A obsessão pelo prazer só gera insatisfação (Foto: Divulgação/Google/Imagens)

Além de estar ligada ao comportamento compulsivo, a obsessão geralmente está também ligada a um sentimento muito forte de insatisfação.

Isso ocorre pois quem é obcecado por algo ou alguém, nunca se encontra satisfeito em relação ao objeto de sua obsessão.

Nada estará dá forma como a pessoa deseja, pois o objetivo da pessoa obcecada é um objetivo irreal, que nunca será realmente alcançado. Dessa forma, ela nunca passará a se sentir bem consigo mesma.

Voltando ao exemplo da obsessão pela beleza, a pessoa pode buscar novas formas de se sentir mais bela, porém, essas formas nunca vão ser 100% boas para ela. Sempre existirá algo que ela poderá melhorar e modificar para se sentir ainda mais bela.

Ou seja, isso se torna uma busca incansável e sem fim para suprir as necessidades (que nunca serão cumpridas). Na obsessão por prazer, a pessoas sempre irá achar que precisa encontrar novas formas de sentir prazer e que o prazer que está sentindo não está sendo o suficiente.

Dessa forma ela não aproveita o prazer que está sentindo no momento e fica sempre buscando por mais prazer (de formas diferentes), sem nunca se satisfazer. O mesmo ocorre com qualquer outro tipo de obsessão.

É muito provável que as pessoas obsessivas tenham cada vez mais comportamentos negativos e perigosos e cada vez mais se sintam insatisfeitas, pois nada que façam será o bastante para satisfazer a sua obsessão.

É possível curar-se de uma obsessão?

A obsessão geralmente tem inicio com algum tipo de neurose, podendo ser proveniente da história de vida da pessoa. Então, é possível sim livrar-se das obsessões da vida.

O primeiro passo para se livrar das obsessões é o de reconhecer que você tem uma obsessão e perceber os problemas que isso está trazendo na sua vida.

Geralmente, é quando estamos em sofrimento que fica mais fácil perceber os motivos de nossas obsessões.

É necessário também tentar descobrir os motivos que levaram à obsessão. Muitas pessoas relatam que os motivos estão relacionadas com as experiências de vida, como por exemplo, a pessoa que é obcecada por beleza, pode ter sofrido na infância por causa da sua aparência.

Ou a pessoa que é obcecada por limpeza, pode ter sido muito cobrada em casa, quando criança a ter as coisas sempre limpas e organizadas. A pessoa obcecada por prazer pode ter sido muito privada de momentos satisfatórios na infância e assim por diante.

Dessa forma, reconhecer os motivos é uma das principais formas de lidar com as obsessão. A partir daí, se torna necessário encontrar novas maneiras de liar com as obsessões e começar a perceber os comportamentos obsessivos para amenizá-los e diminuí-los. Em alguns casos, pode ser necessário buscar algum tipo auxilio psicológico para realmente eliminar de vez todas as obsessões.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.