As Teorias Comprovadas por Albert Einstein

Mais uma das teorias de Albert Einstein foi comprovada. Vejamos outras que o Físico alemão mostrou seu êxito.

Teorias de Albert Einstein (Foto: Divulgação/Google/Imagens)

Albert Einstein é um dos maiores nomes da física mundial e também provavelmente uma dos mais conhecidos. Talvez por sua forma de se vestir despojada ou por usa famosa foto, que o alemão, quebrando o protocolo sério germânico coloca sua língua para fora.

De qualquer forma, o físico teórico desenvolveu em seu trabalho a teoria da relatividade, que junto da mecânica quântica são os dois pilares da física moderna, e que botaram em cheque alguns dos preceitos da física newtoniana ou clássica.

Um pensador de peso

O Sr. Einstein sempre teve uma a capacidade de perceber com facilidade os problemas da Física em si. Algo que já é um mérito e prodígio para toda a humanidade, visto que praticamente todos os novos produtos de nossa tecnologia são advindos da teoria quântica.

Algo não está batendo

O Físico alemão descobriu a estrutura essencial do Cosmo, a partir de uma tentativa de reconciliar as leis da mecânica com as do campo da eletromagnética. Esse esforço foi uma tentativa de resolver, inadequações nas ideias de Newton.

Durante uma das tentativas de conciliação nosso caro Einstein acabou desenvolvendo a teoria da relatividade.

Proposta em 1905, A Teoria Especial da Relatividade mudou radicalmente a visão que se tinha do mundo. Isso porque os modelos precedentes do universo, as dimensões do espaço e o tempo eram vistas como dimensões absolutas e imutáveis da realidade.

Assim também era vista a duração dos eventos e as medidas dos objetos tidas como qualidades totalmente independentes.

Dos anos 20, até o final de sua vida, Einstein trabalhou no campo da unificação das teorias, na teoria quântica e no da mecânica, rumo à unificação dos conceitos básicos da física.

Prêmios

Prêmio Nobel de Física: Na data de 10 de novembro de 1922, Einstein ganhou Nobel de Física de 1921 "por suas contribuições à física teórica e, especialmente, por sua descoberta da lei do efeito fotoelétrico". Essa teoria é que propicia que, o funcionamento das portas de shoppings que se abrem sozinhas, sistema de iluminação pode acender e apagar sozinho, e até mesmo como sistemas de alarme ligam e desligam automaticamente.

Outros prêmios: o físico foi agraciado com diverso títulos de Doutor Honoris Causa de várias universidades pelo mundo, além de títulos de Membro-Honorário de várias instituições, e a famosa Medalha Copley da Sociedade Real de Londres (1925) entre outras. No ano 2000, postumamente, Einstein foi eleito personalidade do século pela revista Time.

Massa estelar

Recentemente a equipe do telescópio espacial Hubble conseguiu aplicar uma das teorias de Einstein, a de que, “quando a luz de uma estrela distante passa por um corpo que está alinhado e mais próximo de nós, podemos ver a gravidade a deformar o chamado “tecido” do cosmos e a fazer com que o brilho que é emitido lá longe desenhe uma curva no espaço”. Esse efeito chamado de “lente gravitacional”.

Isso permite que possamos usar essa deformação como uma espécie de “lente de aumento” que nos permita estudar melhor objetos cuja luz não chega até nosso campo de visão celeste.

Teorias de Albert Einstein (Foto: Divulgação/Google/Imagens)

Há mais uma janela aberta para estudar pequenos objetos que emitem pouca luz e que não conseguíamos alcançar. Assim as ondas gravitacionais a capacidade de um corpo com massa, quando acelerado pode deformar o tecido do espaço-tempo é confirmado.

Assim comprovamos que existem ainda muitas coisas sobre o pensamento da física ainda precisam se comprovados na prática, o que pode nos abre um futuro de confirmação mais do que de descoberta.

Obras ligadas a Física ou não.

Os principais trabalhos ligados a Física são: "Teoria Especial da Relatividade", 1905; "Teoria Geral da Relatividade", 1916; "Investigações sobre a Teoria do Movimento Browniano", 1926; e "Evolução da Física”, 1938.

O Físico também tinha preocupações sociais e isso se refletiu em trabalhos como "Sobre Sionismo", 1930; "Minha Filosofia", 1934; e "Meus últimos anos", 1950.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.