Chuveiro Econômico – Modelos

Com o aumento da energia elétrica acontecendo tão frequentemente, alguns dos eletrodomésticos precisam gastar menos energia e economizar na conta de luz. Um dos alvos principais é o chuveiro elétrico. É fundamental ter em casa um chuveiro econômico, bom e barato.

Chuveiro Econômico (Foto: Divulgação/Google)

Recentemente tivemos novo incremento na conta de luz em todo o Brasil. Até aí nada demais, pois essa é uma realidade a qual o brasileiro está acostumado, o aumento de impostos. No entanto, é preciso adotar soluções domésticas para amenizar essas situações, como adquirir eletrodomésticos com selo de qualidade e eficiência energética melhor.

Um dos aparelhos que mais gastam energia elétrica é o chuveiro elétrico. Para manter a conta de luz em um nível aceitável e que não prejudique o seu bolso, é fundamental ter um chuveiro econômico.

Selo de Eficiência Energética

Para ter um chuveiro econômico, uma das primeiras ações é verificar o Selo de Eficiência Energética.
Lembrando que os produtos etiquetados que apresentam o melhor desempenho energético em sua categoria poderão também receber um selo de eficiência energética

Mas o que isso significa?

Isso significa que os produtos etiquetados com o selo oferecem os melhores em termos de consumo específico de energia, ou seja, o selo é um aviso de distinção de eficiência no consumo de energia para o consumidor, indicando os produtos que apresentam os melhores níveis de eficiência energética dentro de cada categoria. Para os equipamentos elétricos domésticos etiquetados é concedido anualmente o Selo Procel.

Comprar um chuveiro sem este selo, conferido e garantido pelo Inmetro, é um começo ruim no objetivo de ter um chuveiro econômico.

Mas o chuveiro também precisa ser bom e barato

E esses chuveiros com o Selo Eficiência Energética são bons e baratos?

Algumas vezes, temos a tendência de imaginar que o mais eficiente é também o mais caro. Essa é uma realidade verdadeira em alguns casos, mas não neste.

Claro, há chuveiros caros e econômicos, mas o selo não é um incremento que aumenta o preço do produto. Ele apenas garante o mínimo aceitável, afinal de contas dinheiro não nasce em árvores e energia elétrica não é algo que pode ser gasto sem nenhum controle.

Portanto, o selo não encarece os preços, só auxilia na distinção, mas deixa os preços dos chuveiros na mesma margem de 29,90 a 80 reais, preço médio dos chuveiros de boa qualidade no Brasil.

Sim, de boa qualidade, pois o chuveiro não pode deixar ninguém na mão, especialmente antes de algum compromisso como a ida ao trabalho ou cerimônia de casamento.

Porém, a definição do que é bom também depende do seu gosto, pois um chuveiro pode vem em diferentes modelos.

Para alguns, um chuveiro com espalhador de água é ruim, preferindo a ducha (mas o preço médio das duchas sobe consideravelmente, ficando na casa dos 120 reais e saindo da categoria de chuveiro barato). Outros preferem com espalhador médio e com jato de água não tão forte.

Mais uma vez, é importante apelar para o selo Inmetro de qualidade, dessa vez o selo de garantia, ou seja, que o aparelho passou em todos os testes de exigência. Outro ponto a considerar é a marca, sendo algumas muito bem quistas no mercado pelos consumidores e manter-se afastado das marcas com muitas reclamações no Procon.
Só assim, com essas precauções para ter um chuveiro econômico, bom e barato.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.