Comida Japonesa: Nomes, Fotos, Receitas, Pratos e Tipos

Que a comida japonesa se espalhou pelo Brasil, todo mundo já sabe. Se for analisar, há restaurantes japoneses em cada esquina de cada rua. Mas ainda assim muitas dúvidas surgem quando se trata do cardápio da comida japonesa. Este artigo será seu guia pela culinária oriental e vai te ajudar a entendê-la um pouco mais.

Seu voto e compartilhamento é muito importante para manter o site ativo.
Comida Japonesa: Nomes, Fotos, Receitas, Pratos e Tipos (Foto: Divulgação/Google/Imagens)
Comida Japonesa: Nomes, Fotos, Receitas, Pratos e Tipos (Foto: Divulgação/Google/Imagens

Os imigrantes japoneses chegaram ao Brasil trazendo, além de muita cultura e sabedoria, seu rico cardápio. A comida japonesa, com o passar do tempo, rompeu os limites geográficos. Antes tratada como exótica, agora está inserida nos mais diversos cantos do mundo e sendo consumida cada vez mais por não orientais.

Além de chamar atenção pela construção dos pratos, a beleza em cada corte ou em cada fatia de peixe, impressiona aos olhos. É um trabalho muito minucioso para uma alimentação muito saudável.

A integração da cultura milenar de um povo que possui a melhor qualidade de vida e a maior longevidade faz jus também a sua alimentação. Não é mesmo?

Quando você for a um restaurante japonês, é importante que você saiba, ou pelo menos, reconheça os tipos de comida. Para assim, poder fazer seu pedido com mais tranquilidade.

Dessa maneira, provavelmente você já ouviu falar de Sushi ou Sashimi. Estes são os dois pratos, digamos, mais famosos de comida japonesa. Mas o cardápio vai muito além.

Aliás, a culinária japonesa oferece milhares de combinações diferentes que muitas vezes nem conhecemos ou nunca ouvimos falar. Neste artigo, vamos falar de algumas. Acompanhe.

Quais são os tipos de Sushi?

Bom, o Sushi é basicamente composto de peixe cru e arroz. Muita gente acha que Sushi é apenas um tipo ou um prato de comida japonesa, mas, na verdade, ele é composto por diversos tipos. Podemos citar alguns exemplos de Sushi que você vai encontrar por aí, pelos restaurantes japoneses. Que são:

  • Hossomaki (rolinhos finos)
  • Makizushi (sushi enrolado)
  • Futomaki (rolinhos grandes)
  • Kappamaki
  • Tekkamaki
  • Temaki (rolinhos de mão)
  • Uramaki (enrolado ao contrário)
  • Nigirizushi (sushi feito à mão)
  • Oshizushi (sushi prensado)
  • Gunkanzushi (sushi “navio de guerra”)
  • Inarizushi (sushi recheado)
  • Chirashizushi (sushi espalhado)

O que é Sashimi?

Sashimi, basicamente, é peixe cru. Mais precisamente, o marisco cru. O acompanhamento mais comum é o molho de soja e wassabi. Além de ser muito saboroso, é muito nutritivo.

É importante que o sashimi seja preparado com peixe fresco e cortado do jeito certo. Pois se não, a experiência do paladar pode não agradar.

O que é Sukiyaki?

Cozido e afogado em um caldo de soja adocicado, o Sukiyaki é um prato composto por carne em fatias, vegetais, cogumelos, tofu e shirataki, que é o macarrão konyaku.

Primeiro as carnes são fritas com um pouco de manteiga. Depois acrescentam-se os outros ingredientes. Todos temperados com Shoyu.

O que é Wasabi?

Não necessariamente faz parte da culinária japonesa, mas é muito utilizado como tempero em diversos pratos. O wasabi é uma raiz e é super forte, devendo ser consumido em quantidades moderadas.

O que é Uramaki?

É composto, basicamente, por arroz com gergelim, nori, salmão, cream cheese e cebolinha. Servido em rolinhos, ele é muito comum em restaurantes japoneses. Muitas vezes, fazendo parte de “combos” pré-definidos no cardápio.

O que é Kombu?

Respondendo resumidamente: são algas marinhas do gênero Saccharina e Laminaria. Consumido principalmente no noroeste da Ásia. Ela será usada para, muitas vezes, “selar” um prato ou uma porção. Também você verá sua utilização na construção do Temaki.

O que é Nigiri?

Muitas vezes até confundido com o próprio Sushi, que, como já falamos, não necessariamente é apenas um prato, mas sim, algumas combinações. O Nigiri é uma porção de arroz com uma fatia de algum peixe cru por cima.

O mais comum é o Nigiri de salmão. Mas não é o único. Você poderá encontrar ainda Nigiris de atum, camarão, enguia, lula ou polvo. Vai do seu paladar escolher o mais agradável.

O tão irresistível Temaki

Prato típico da comida japonesa, o Temaki deveria ser a porta de entrada para um delicioso jantar japonês. Para muitas pessoas, apenas um Temaki já é o suficiente para saciar a fome. Afinal, sua composição a partir de um cone de alga, recheado de arroz japonês e salmão, dá uma consistência e tanto para a refeição.

Entretanto, não necessariamente é feito apenas de salmão. Ele pode também, assim como outros pratos, ser servido a partir de outros frutos – crus – do mar. Por exemplo: polvo, camarão, atum ou até mesmo, com legumes.

Prato quente na comida japonesa

Além do Sukiyaki, que já falamos antes, o Hot Roll também é considerado uma comida japonesa quente. Ele é empanado e frito, além de ser recheado com salmão, cream cheese, arroz japonês e envolvido em uma alga.

O Yakisoba também é comida japonesa?

Sim. Ele é uma variação de macarrão semi-frito na chapa, servido com acompanhamento de molho shoyu e legumes.

Além de frutos do mar, ele também costuma ser preparado com carnes. Podemos encontrar diversos nutrientes neste prato, além de saboroso e equilibrado.

Esse é um guia básico pra você se dar bem na hora de fazer seu pedido em um restaurante japonês. Além, claro, de sanar algumas das suas dúvidas sobre a tão rica e saborosa comida japonesa.

Até porque, muitas vezes a gente apenas diz que vai “comer sushi”, mas na verdade não é só isso. Comida japonesa vai muito além do Sushi. Ele é o mais tradicional, claro, mas não necessariamente o único.

Receitas de comida japonesa (Foto: Divulgação/Google/Imagens)
Receitas de comida japonesa (Foto: Divulgação/Google/Imagens)

Como fazer sushi com arroz integral

  • Tempo: 40min
  • Serve: 8 porções

Ingredientes

  • 1 porção de arroz integral
  • 8 a 10 folhas de alga Nori
  • Esteira para sushi
  • Papel filme
  • Sugestão de recheios: cenoura ralada, repolho roxo fatiado, salsinha picada, beterraba ralada, rúcula, acelga fatiada, pepino em tirinhas, shitake refogado, damasco picadinho, nozes, nirá refogado, homus

Modo de Preparo

  • Encape a esteira do sushi com o papel filme.
  • Coloque na esteira a parte fosca da alga Nori para cima, alinhando a alga com a parte inferior da esteira.
  • Forre a alga com uma camada fina do arroz cozido, deixando a espessura de um dedo sem arroz na parte superior da alga. Tome bastante cuidado para não amassar os grãos.
  • Para o arroz não grudar, molhe sua mão em um pouco de água.
  • Dê um espaço de, aproximadamente, dois dedos do início da alga e coloque uma camada fina, de mais ou menos 2cm, do recheio de sua preferência.
  • Comece a enrolar o sushi.
  • Levante a esteira com a alga e dobre por cima do recheio.
  • Force levemente com os dedos para fazer o formato.
  • Levante a esteira novamente e faça mais uma volta, e assim sucessivamente até chegar ao final da alga. Para fechar o sushi, molhe a parte sem arroz com um pouquinho de água.
  • No fim, você terá um pequeno rocambole de alga recheado. Corte ao meio utilizando uma faca bem afiada, ficando com duas partes. Corte ao meio novamente e repita até que se obtenha 8 pedaços.

Receita de molho tarê

  • Tempo: 30min

Ingredientes

  • 120 ml de Shoyu
  • 120 ml de saquê Mirin
  • 60 ml de saquê
  • 8 g de açúcar mascavo
  • 2 pimentas dedo-de-moça
  • 3 rodelas medias de gengibre

Modo de Preparo

  • Coloque uma panela direto na brasa,
  • Adicione a panela o saquê mirin e o saquê e espere reduzir pela metade até que saia todo o álcool ou flambé (coloque fogo dentro da panela, quando parar de pegar fogo quer dizer que o álcool acabou),
  • Adicione o shoyo e o açucar,
  • Grelhe a pimenta e coloque inteira dentro do molho,
  • Ferva por aproximadamente 10 minutos,
  • Retire da brasa e adicione as rodelas de gengibre.

Receita de arroz japonês

Ingredientes

  • 250g de arroz tipo japonês
  • 1 kg de carcaça de frango
  • 1 litros de água
Modo de Preparo

  • Grelhe a carcaça e pés de frango em uma grelha apoiada diretamente na brasa.
  • Coloque uma panela para aquecer ao lado.
  • Assim que a carcaça estiver bem tostada, passe para a panela, cubra de água e tampe,
  • Cozinhe o caldo por 30 minutos.
  • Coloque uma panela na brasa ao lado da panela com o caldo.
  • Despeje 500ml de caldo na panela.
  • Em seguida despeje 250gr de gohan (porporção 2 de água para 1 de arroz).
  • Cozinhe o arroz por 20 minutos.
  • Retire da brasa e coloque na grelha mais alta no canto da churrasqueira.
  • Tampe e reserve até a hora de servir.

Aproveite as dicas e bom apetite!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.