A importância de contar Histórias para os Filhos

"Era uma vez um pobre homem em uma aldeia ..." Era uma vez um rei nobre ... "Era uma vez um coelho travesso rompido alegremente por uma floresta verde ..."

A importância de contar Histórias a seus Filhos (Foto: Divulgação/Google/Imagens)

Era uma vez, estas eram as palavras que as crianças ouviram com frequência. Não é como se as crianças já não ouvissem histórias, é só que as histórias de hoje raramente fazem parte integrante do tempo da família.

Em algum lugar ao longo do caminho, nos aventuramos no mundo da comunicação através de satélites e fibras ópticas e deixamos para trás os estreitos bylanes de contos e fios.

A alegria de uma boa história 

Você já viu uma criança ouvindo sua história favorita? Uma expressão arrebatada no rosto, olhos arredondados, boca aberta … você pode ver que isso é engrossa mente do mais alto nível.

Na verdade, histórias são mais do que apenas uma narração de cordas de eventos. São as paisagens onde a imaginação é deixada livre para subir tão alto quanto possível. As palavras de uma história evocam uma miríade de imagens no espaço da mente. Um bom conto faz o ouvinte pensar e visualizar.

Há muita jogada de papel que acontece. Problemas são colocados, soluções são oferecidas. As histórias são uma janela de alma jovem para cultura, sabedoria e moral.

Outra coisa boa sobre contar histórias é que um bom conto contou bem, encadeia o narrador com o ouvinte. Na verdade, as sessões de narração muitas vezes evoluem para rituais felizes para os dois, o caixa e o ouvinte. Mais tarde, estes evoluem para memórias felizes.

A importância de contar Histórias a seus Filhos (Foto: Divulgação/Google/Imagens)

Escolhendo uma história

Você não precisa ser um ótimo orador para contar uma história para seus filhos. Como a paternidade, a narrativa depende muito do instinto, do sentimento de intuição e do fluxo.

Use sua imaginação. Empregar modulação de voz, gestos de mão, expressões faciais. Bordar um pouco, cortar alguns fios soltos. Crie poemas improvisados ​​para alguns diálogos. Vá um pouco louco, divirta-se. E logo você terá seus filhos implorando por mais.

Deixe a sua história ser uma rua de dois sentidos. Peça à criança que repita alguns diálogos. Antes de chegar à parte final, peça à criança que venha com um final alternativo. De vez em quando, peça-lhes para contar histórias. Se você gosta, leia histórias de um livro de vez em quando. Ou pegue esses livros de histórias que têm muitas ilustrações coloridas.

Esses tipos são muito apreciados por crianças menores de 6 anos. Muitas crianças pequenas também preferem ouvir suas histórias favoritas uma e outra vez. Delicie-se com eles.

Ocasionalmente, jogue o jogo de ‘build-a-story’. Nesse sentido, todos os participantes de uma sessão de história criam uma história um pouco a pouco.

Coisas para lembrar

Mesmo para algo tão simples como uma sessão de história, há alguns pontos a serem lembrados. As histórias precisam ser ditas em primeira mão. Ouvir um CD /, ou assistir a um filme animado no CD / DVD é uma ótima ideia como uma atividade familiar ocasional, mas nenhuma delas pode substituir uma sessão de história oral de um a um.

A importância de contar Histórias a seus Filhos (Foto: Divulgação/Google/Imagens)

Escolha sempre histórias positivas e adequadas à idade com solução de corte claro no final, se não for sempre um final feliz. Evite o horror, a violência e a vulgaridade.

Não faça suas histórias também pregadoras. Seu objetivo deve ser ter um tempo aconchegante na terra da fantasia com seus filhos. As lições e a aprendizagem seguirão por conta própria.

Vamos tornar a história contando um ritual familiar mais uma vez

Então, se seus filhos estão privados do simples prazer de contar histórias, reparem. Comece a contar histórias. Garantimos que sua família construirá um tesouro de memórias felizes e seus filhos crescerão como indivíduos mais felizes.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.