Forbes.com: Top20

Todos os anos, a revista Forbes exibe a lista dos mais ricos do mundo, e não seria diferente em 2017. E como aconteceu em vários anos, o norte-americano Bill Gates. O brasileiro mais bem colocado é Jorge Paulo Lemann, na 22º posição.

Lista dos mais Ricos do Mundo - Forbes.com 2017 (Foto: Divulgação)

 

Como acontece em todos os anos, a revista Forbes divulga a lista com os maiores bilionários do planeta. Mais uma vez a lista é encabeçada pelo criador da Microsoft, Bill Gates, que viu seu patrimônio líquido aumentar no ano de 2016. Aliás, 2016 foi um ano de faturamento maior para a maioria dos bilionários da lista, com aumento real de suas fortunas.

Abaixo, confira quem são as 20 pessoas mais ricas do mundo em 2017, segundo o ranking da Revista Forbes:

Bill Gates

  • Fortuna em 2017: US$ 86 bilhões
  • Principal fonte de receita: Microsoft
  • País de Origem: Estados Unidos
  • Idade: 60 anos

Warren Buffett

  • Fortuna em 2017: US$ 75,6 bilhões
  • Principal fonte de receita: Berkshire Hathaway
  • País de Origem: Estados Unidos
  • Idade: 86 anos

Jeff Bezos

  • Fortuna em 2017: US$ 72,8 bilhões
  • Principal fonte de receita: Amazon.com
  • País de Origem: Estados Unidos
  • Idade: 53 anos

Amancio Ortega

  • Fortuna em 2017: US$ 71,3 bilhões
  • Principal fonte de receita: Zara
  • País de Origem: Espanha
  • Idade: 80 anos

Mark Zuckerberg

  • Fortuna em 2017: US$ 56 bilhões
  • Principal fonte de receita: Facebook
  • País de Origem: Estados Unidos
  • Idade: 32 anos

Carlos Slim

  • Fortuna em 2017: US$ 54,5 bilhões
  • Principal fonte de receita: Telecom
  • País de Origem: México
  • Idade: 77 anos

Larry Ellison

  • Fortuna em 2017: US$ 52,2 bilhões
  • Principal fonte de receita: software
  • País de Origem: Estados Unidos
  • Idade: 72 anos

Charles Koch

  • Fortuna em 2017: US$ 48,3 bilhões
  • Principal fonte de receita: diversos
  • País de Origem: Estados Unidos
  • Idade: 81 anos

David Koch

  • Fortuna em 2017: US$ 48,3 bilhões
  • Principal fonte de receita: diversos
  • País de Origem: Estados Unidos
  • Idade: 81 anos

10º Michael Bloomberg

  • Fortuna em 2017: US$ 47,5 bilhões
  • Principal fonte de receita: Bloomberg LP
  • País de Origem: Estados Unidos
  • Idade: 75 anos

11º Bernard Arnault

  • Fortuna em 2017: US$ 41,5 bilhões
  • Principal fonte de receita: LVMH
  • País de Origem: França
  • Idade: 68 anos

12º Larry Page

  • Fortuna em 2017: US$ 40,7 bilhões
  • Principal fonte de receita: Google
  • País de Origem: Estados Unidos
  • Idade: 43 anos

13º Sergey Brin

  • Fortuna em 2017: US$ 39,8 bilhões
  • Principal fonte de receita: Google
  • País de Origem: Estados Unidos
  • Idade: 43 anos

14º Liliane Bettencourt

  • Fortuna em 2017: US$ 39,5 bilhões
  • Principal fonte de receita: L’Oreal
  • País de Origem: França
  • Idade: 94 anos

15º S. Robson Walton

  • Fortuna em 2017: US$ 34,1 bilhões
  • Principal fonte de receita: Wal-Mart
  • País de Origem: Estados Unidos
  • Idade: 72 anos

16º Jim Walton

  • Fortuna em 2017: US$ 34 bilhões
  • Principal fonte de receita: Wal-Mart
  • País de Origem: Estados Unidos
  • Idade: 68 anos

17º Alice Walton

  • Fortuna em 2017: US$ 33,8 bilhões
  • Principal fonte de receita: Wal-Mart
  • País de Origem: Estados Unidos
  • Idade: 67 anos

18º Wang Jialin

  • Fortuna em 2017: US$ 31,3 bilhões
  • Principal fonte de receita: construção
  • País de Origem: China
  • Idade: 62 anos

19º Li Ka-shing

  • Fortuna em 2017: US$ 31,2 bilhões
  • Principal fonte de receita: diversos
  • País de Origem: Hong Kong
  • Idade: 88 anos

20º Sheldon Adelson

  • Fortuna em 2017: US$ 30,4 bilhões
  • Principal fonte de receita: cassinos
  • País de Origem: Estados Unidos
  • Idade: 83 anos

Jorge Paulo Lemann é o brasileiro mais bem colocado na lista, em 22º lugar com uma fortuna estimada em US$ 29,2 bilhões.

Outros quatro brasileiros estão entre as 100 maiores fortunas. São eles, Joseph Safra (37), com US$ 20,5 bilhões, Marcel Herrmann Telles (73), com US$ 14,8 bilhões e Carlos Alberto Sicupira (96), com uma fortuna estimada em US$ 12,5 bilhões.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.