Treinamento para Melhorar meu Cérebro

O cérebro é um músculo que também precisa de exercícios para se manter em alta com o nosso corpo e funcionando muito bem. Para isso, você deve saber quais os métodos e exercícios para melhorar o seu cérebro.

Treinamento para Melhorar meu Cérebro (Foto:Divulgação/Google/Imagens)

Claro, não há muito que possa fazer para parar o tempo. No entanto, você pode melhorar a qualidade de sua vida dentro do tempo que você tem - e isso inclui manter sua mente nítida e vibrante.

Assim como o exercício de seus músculos, o sistema músculo esquelético permanece forte, qualquer atividade que envolva a prática faz com que o cérebro transmita sinais em um padrão específico uma e outra vez, permitindo que as conexões entre os neurônios se fortaleçam. Isso significa que seu cérebro fica mais forte também.

Então treine, se exercite e pratique o que vamos mostrar agora:

Pratique a meditação para diminuir o estresse

Estudos mostram que o estresse crônico pode danificar o cérebro. Então, você pode ajudar a proteger e fortalecer seu cérebro através de atividades ou hábitos de estilo de vida que diminuem o disparo de sua resposta ao estresse.

Realizar exercícios de treinamento cognitivo

A mente permanece afiada quando a plasticidade do cérebro é mantida. A plasticidade cerebral refere-se à capacidade do cérebro de mudar constantemente ao longo da vida de uma pessoa.

E essa plasticidade pode ser mantida - e melhor ainda, melhorada - ao se envolver em exercícios de treinamento cognitivo, que desafiam sua capacidade intelectual.

Você pode jogar xadrez, aprender uma nova língua ou fazer malabarismos. E jogar jogos de tabuleiro pode estimular seu pensamento, bem como sua coordenação.

 

Você pode até fazer algo simples, como aprender uma nova direção para dirigir para o trabalho, digitar ou rolar com a mão oposta ou combinar seus sentidos comendo enquanto escuta música com os olhos fechados.

Exercitar seu corpo - para o seu cérebro

Pesquisas mostram que o exercício físico aumenta a função cognitiva. Uma razão pode ser porque aumenta os níveis de fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF), uma proteína que melhora a aprendizagem, a memória e o pensamento mais elevado, estimulando o crescimento de novos neurônios e ajudando os neurônios existentes a permanecerem vivos.

Caminhe ao ar livre onde o terreno não é previsível, de modo que você esteja aperfeiçoando seu equilíbrio e trabalhando sua coordenação do olho aos pés ao mesmo tempo.

Abaixe o açúcar

Uma dieta com alto teor de açúcar pode ser prejudicial ao cérebro, induzindo inflamação, estresse oxidativo e pouca regulação da insulina.

Seu objetivo, portanto, é seguir uma dieta que o ajude a melhorar a sensibilidade à insulina e reduzir a inflamação. Isso significa comer peixe, alguma carne, muitos vegetais, algumas nozes e sementes, algumas frutas e muitos pequenos grãos.

Nutra seu cérebro com antioxidantes

Seu cérebro se beneficia não só de uma baixa ingestão de açúcar, mas também de obter mais antioxidantes, o que pode ajudar a melhorar sua memória, aprendizado e desempenho cognitivo geral.

Os alimentos ricos em antioxidantes incluem frutas e vegetais, como cenouras, espinafre e uvas vermelhas, e bebidas como chá verde, vinho tinto e café, bem como chocolate amargo (com moderação, é claro).

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.