Mulher de Atitude: 5 Maneiras de desarmar um manipulador

Por definição, “a manipulação psicológica é um tipo de influência social que visa mudar a percepção ou o comportamento de outras pessoas através de táticas desleais, enganosas ou mesmo abusivas”. Pensando nisso, iremos ensinar cinco maneiras de desarmar um manipulador.

Maneiras de desarmar um manipulador (Foto: Divulgação/Google/Imagens)

O primeiro sinal de que estamos agindo sob a influência de um manipulador, é quando fazemos algo que nos deixa desconfortáveis. Como quando você aceita sair com alguém, mas sente que não era aquilo que você queria. Pessoas manipuladoras, tendem a colocar seus desejos em primeiro lugar. Não importando a forma como o outro se sente.

Um artigo postado pela Marie Claire, indicou que 3 em cada 5 mulheres, são vítimas de um relacionamento abusivo, o que é um dado alarmante, pois muitas dessas mulheres nem mesmo percebem que estão sendo manipuladas e controladas por seus parceiros.

Como devo agir quando percebo que estou sendo manipulada?

1.Transferência de culpa.

Quantas vezes você, no meio de uma discussão, se viu pedindo desculpa mesmo sabendo que não estava errada? Pois é, a transferência de culpa é uma estratégia muito utilizada por pessoas manipuladoras. A única maneira de evitar esse tipo de armadilha é fazendo um autoexame. Você está mesmo certa? Caso a resposta seja sim, não se permita sentir culpa por um erro que você não cometeu;

2. Não aceite ser intimidada.

Outro agravante quando o assunto é manipulação, são as tentativas de intimidação. Neste caso, não só você é manipulada, mas as pessoas a sua volta também. Como quando alguém não permite que você expresse suas opiniões.

Maneiras de desarmar um manipulador (Foto: Divulgação/Google/Imagens)

As pessoas ao redor identificam a intimidação, mas não se manifestam contra sob a desculpa de que não desejam se envolver nos problemas dos outros, mas a verdade, é que não respondem à essa intimidação, por que também se sentem intimidadas de forma indireta. Sendo assim, sempre que uma pessoa não estiver sendo razoável ou tentar te isolar deliberadamente, imponha-se.

Eu posso ter uma opinião sobre isso? O simples fato de questionar um manipulador, irá fazer com que ele recue;

3. Use o tempo ao seu favor.

As necessidades de um manipulador são sempre urgentes, imediatas. Seus desejos possuem prioridade sob qualquer outra coisa.

Sendo assim, NÃO SEJA DISPONÍVEL. Não há mal algum em ajudar o outro ou fazer algo para agradar alguém de quem goste, mas quando o outro faz parecer que você tem a obrigação de servir e estar sempre à disposição, é preciso se perguntar se isso está certo. Não se comprometa com o pedido do outro, você pode dizer: “Vou ver se é possível e te dou um retorno”. Isso devolve a você o poder de tomar decisões;

4. Quando a esmola é demais, o santo desconfia.

Maneiras de desarmar um manipulador (Foto: Divulgação/Google/Imagens)

Manipuladores dominam a arte da adulação. Essa é uma estratégia inteligente, eles fazem tudo o que podem para te ajudar e fazê-la sentir-se especial, inicialmente, você pode ser confundida pelas intenções dessa pessoa, então, saiba diferenciar.

Não é errado desconfiar de uma pessoa que faz muito por você sem ao menos conhecê-la. Trata-se de ser cautelosa, pois por trás de “boas ações”, podem se esconder verdadeiras armadilhas emocionais;

5. Não, é não.

Pessoas que possuem dificuldade em dizer “não” estão mais suscetíveis à manipulação. Portanto, seja firme. É um direito seu assegurado por lei dizer não.

É importante colocar suas necessidades em perspectiva e recusar-se a fazer algo com o qual não concorda ou que sabe que de alguma forma poderá lhe gerar transtorno físico, pessoal ou psicológico.

Um manipulador geralmente recorre a chantagem emocional para obter de você uma resposta diferente, mas é preciso estabelecer que você já deu sua resposta e não pretende mudá-la.

Essas são maneiras práticas de desarmar uma pessoa que deseja influenciar suas decisões, mas é ainda mais efetivo se afastar de qualquer um que apresente esse comportamento, ainda que isso lhe cause dor emocional, será algo momentâneo perto do prejuízo emocional que esse tipo de influência pode causar à longo prazo.

Editora: Aline Lima ( Perfil + Facebook )

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.