Empreendedorismo: O que é Psicologia da Tomada de Decisão?

Descubra como a psicologia da tomada de decisão pode ser fundamental para o futuro da sua empresa.

Empreendedorismo: O que é Psicologia da Tomada de Decisão (Foto: Divulgação/Google/Imagens)

Para empreender também é preciso compreender o funcionamento dos processos mentais dos clientes no que diz respeito à tomada de decisão.

Ou seja, é preciso compreender porque o cliente optou por comprar o seu produto e não o do concorrente. Por isso é interessante saber sobre a psicologia da tomada de decisão.

Todos nós fazemos escolhas e essas escolhas são feitas por alguns motivos.

Em alguns casos, fica muito claro os motivos dessas escolhas, mas existem momentos em que essas escolhas não ficam tão claras assim.

No geral, é possível descobrir porque as pessoas tomam decisões e escolhem por um produto e não por outro.

Para as empresas, é interessante saber porque as pessoas estão ou não optando pelo produto produzido por elas.

Isso poderá influenciar significativamente no funcionamento da empresa, fazendo com que, em longo prazo, seja possível aumentar a renda e fazer com que mais pessoas optem pelos seus produtos.

Por isso, veja tudo o que você precisa saber sobre a psicologia da tomada de decisão em relação ao mercado, favorecendo cada vez mais o seu negócio.

A indecisão

Antes de pensar sobre a tomada de decisão, devemos levar em conta a indecisão dos clientes na hora da compra.

É muito comum que os clientes fiquem indecisos sobre o que levar, afinal, eles podem gostar de diversos produtos, mas, no fim, eles acabam levando apenas alguns.

Ou seja, antes de tomar a decisão existe a indecisão sobre o que comprar. Dessa forma, para realizar a compra, o cliente leva em consideração algumas etapas, sendo elas:

Preferência pessoal:

Quando as pessoas estão indecisas, elas acabam refletindo sobre as preferências pessoais delas. Ou seja, elas precisam se identificar com o produto, para então tomar a decisão de compra.

Empreendedorismo: O que é Psicologia da Tomada de Decisão (Foto: Divulgação/Google/Imagens)

Por isso, a qualidade de um produto é fundamental para que o consumidor opte em comprar. Isso está muito claro na psicologia da tomada de decisão, afinal, as pessoas desejam ter aquilo que as tragam algum sentimento positivo .

Custo-benefício:

Além da preferencia pessoal as pessoas também passam a refletir sobre o custo-benefício do produto.

Ou seja, elas não levam em consideração apenas o preço, mas sim, o que estão levando com esse preço.

Ou seja, com o preço do produto, é preciso que estejam relacionados também os benefícios que ele irá trazer, seja sua longevidade ou as possibilidades que o cliente poderá utilizar.

Dessa forma, quanto mais benefício o produto trouxer, melhor será para que a indecisão acabe. Em alguns casos, um produto semelhante, possui preços diferentes, mas os mesmo benefícios.

Dessa forma, a pessoa acaba optando pelo menor preço. Porém, se com um preço mais alto, existirem mais benefícios, a escolha pode ser diferente.

Longevidade do produto:

Dependendo do tipo de produto, a longevidade pode ser um diferencial importante para as pessoas.

Por isso é preciso levar em consideração que as pessoas gostam de pensar que vão utilizar um produto por muito tempo, para compra-lo.

Mesmo que isso não seja verdade (afinal, as pessoas enjoam dos produtos com facilidade), elas gostam de pensar, no momento da compra, que vão utilizar por muito tempo e que isso irá trazer alegria para elas.

A comparação

Além do processo de indecisão, as pessoas também passam pelo processo de comparação entre os produtos, principalmente quando estão em dúvida do que comprar.

Dessa forma, a comparação é o que faz as pessoas comprarem ou não um produto. Por isso nós categorizamos as coisas e colocamos os produtos em patamares similares.

Assim, poderá ser feita a comparação, auxiliando no processo de tomada de decisão.

Ao optar por um produto, o cliente irá fazer comparação com outro produto similar, possivelmente de outra marca, fazendo com que leve em consideração o preço, os benefícios, os diferencias de um produto, o gosto pessoal e assim por diante.

Por isso, é muito importante ter um produto que tenha, pelo menos, um destaque que o concorrente não tenha. Mesmo que seja pequeno, esse destaque poderá fazer a diferença.

Empreendedorismo: O que é Psicologia da Tomada de Decisão (Foto: Divulgação/Google/Imagens)

Como utilizar a psicologia da tomada de decisão a meu favor?

Agora que você conhece dois pontos interessantes sobre a psicologia da tomada de decisão, passa a ser interessante descobrir como utilizar isso a seu favor.

Se você percebeu que o cliente fica indeciso, é interessante proporcionar que o mesmo passe a escolher o seu produto, ou seja, crie um ambiente em que o seu produto passe a ter um diferencial.

Dessa maneira, tanto a indecisão quanto a comparação podem fazer com que o cliente escolha pelo seu produto.

Por exemplo, digamos que existem diversos produtos parecidos com o seu no mercado, dessa forma, o design do produto pode ser um diferencial, além disso, o seu produto pode ter um diferencial que nenhum outro tenha.

Digamos que ele seja a prova de água (o único no momento).

Assim, quando o cliente estiver fazendo a comparação, ele irá pensar “mas esse pelo menos é a prova de água” então posso fazer algo diferente com ele. Dessa forma, você está agregando valor ao produto (com um preço competitivo).

Mesmo que o cliente nunca vá utilizar esse benefício, somente o fato de ele ter a possibilidade de fazer isso, já pode fazer com que ele opte pelo seu produto.

Dessa maneira, ao conhecer um pouco mais sobre a psicologia da tomada de decisão, passa a ser mais fácil fazer com que o produto tenha uma melhor saída, trazendo cada vez mais rentabilidade para a sua empresa.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.

error: todos os direitos reservados!!