Dorflex – Bula, Posologia, Indicações

Um dos medicamentos mais utilizados pelos brasileiros no combate as dores do cotidiano (dores no corpo, dor de cabeça, cólica e outros) o Dorflex possui importantes informações desconhecidas pelo seu público e por isso este artigo vai mostrar tudo sobre este remédio.

Dorflex – Bula, Posologia, Indicações e Contraindicações, dá sono? (Foto: Divulgação)

O dorflex conquistou popularidade entre os brasileiros por conta de eficácia em aliviar dores musculares, de cabeça, servindo também para qualquer tipo de dor. Muito provavelmente, ao sentir quaisquer tipos de dores, sua primeira ação é ir até a drogaria mais próxima, comprar um dorflex e tomá-lo imediatamente para que a dor passe. E, se não pensa assim, o farmacêutico pensa, pois o dorflex é muito recomendado por eles.
O dorflex pode ser encontrado na forma de comprimido ou em gotas, tendo a duração de 5 anos (prazo de validade).

Abaixo mostraremos a bula do dorflex com todas as informações sobre posologia, indicações e contraindicações que você precisa saber sobre esse poderoso analgésico.

Composição de Dorflex

Cada comprimido mg de dipirona monoidratada, 35 mg de citrato de orfenadrina (equivalente a 20,4 mg de orfenadrina base) e 50 mg de cafeína anidra.

Excipientes: amido de milho, amidoglicolato de sódio, talco e estearato de magnésio.

Posologia

Quando se trata de comprimidos, a dose recomendada para adultos é de 1 a 2 comprimidos, 3 a 4 vezes por dia, e jamais ultrapassando a dose máxima diária de 8 comprimidos. Caso ache que precise de mais do que 8 comprimidos, seu problema está além do dorflex e um médico deve ser consultado.

Os comprimidos devem ser engolidos inteiros, sem partir ou mastigar, sempre com um pouco de água, pois não é um comprimido gelatinoso, com ou sem alimentos.

No caso da composição em gotas, a dose recomendada para adultos é de 30 a 60 gotas, 3 a 4 vezes por dia, nunca excedendo a dose máxima diária de 240 gotas. O mesmo aviso para casos em que a dose máxima não resolve o problema é feito aqui, procure um médico caso os sintomas persistam.

Modo de usar: primeiro coloque o frasco na posição vertical com a tampa para o lado de cima, em seguida, gire a tampa de forma a romper o lacre e comece o gotejamento virando o frasco com o conta-gotas para o lado de baixo. Bata levemente com o dedo no fundo do frasco para acelerar o processo.

Indicações

O dorflex é indicado para efetuar o alívio da dor associada a contraturas musculares, incluindo dor de cabeça tensional.

O alívio deve começar a partir de 30 minutos após a ingestão.

Contraindicações

O remédio dorflex não deve ser utilizado nos seguintes casos: 

  • – Em casos de alergia ou intolerância a qualquer um dos componentes da fórmula;
  • – Caso seja glaucoma (aumento da pressão intraocular), obstrução pilórica ou duodenal (problemas de obstrução no estômago e intestino), problemas motores no esôfago (megaesôfago), úlcera péptica estenosante (estreitamento anormal), aumento da próstata, obstrução do colo da bexiga e miastenia grave (doença neuromuscular que causa fraqueza);

Também é importante ressaltar que na composição do dorflex há dipirona, e isso o impede de ser administrado em casos de:

  • – Alergia aos derivados de pirazolonas (ex.: fenazona, propifenazona) ou a pirazolidinas (ex.: fenilbutazona, oxifembutazona);
  • – Algumas doenças metabólicas. Entre elas: porfiria hepática aguda intermitente (doença metabólica que se manifesta através de problemas na pele e/ou com complicações neurológicas);
  • – Caso as funções da medula óssea estejam comprometidas ou doenças do sistema hematopoiético;
  • – Em casos de broncoespasmo (contração dos brônquios levando a chiado no peito) ou outras reações anafiláticas (isto é urticária, rinites, angioedema).

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.